Tunísia e Brasil: raízes e junções

“O amor pela Tunísia, a fidelidade às raízes, a adesão no Brasil à Revolução Tunisiana, a junção entre o cubismo e a Escola de Tunis e o perfeito conhecimento do espaço pictórico são fatores que conferem a Ben Marzouk uma estatura excepcional que nos permite descrevê-lo como um artista emblemático que sublima com fervor todos os aspectos da tunisidade.”

Mustapha Chelbi

 

Visite o acervo no Espaço BibliASPA!