A exposição “Deleite do Estrangeiro em Tudo o que é Espantoso e Maravilhoso: estudo de um relato de viagem bagdali” reúne imagens, a tradução anotada e o estudo de um manuscrito do século XIX sobre a estada do imã bagdali Abdurrahmán al-Baghdádi no Brasil. Perdido por mais de um século e posteriormente localizado pelo autor desta obra analítica, constitui o principal documento acerca da situação dos muçulmanos no Brasil no século XIX, especialmente após o levante dos malês (1835). Trata-se também do único registro até agora conhecido de um olhar árabe – e muçulmano – sobre a paisagem tropical e a sociedade multiétnica e multiconfessional que se formava à época no Brasil.

A obra que originou a exposição, co-editada pela BibliASPA e pelas Bibliotecas Nacionais do Rio de Janeiro, de Argel e Caracas, reproduz o manuscrito original. Inteiramente trilíngue, em árabe, português e espanhol, faz-se introduzir por textos de análise e comentário e possui um caderno de imagens do século XIX.

 

 

Visite o acervo no Espaço BibliASPA!