Cursos

A BibliASPA promove cursos sobre temáticas árabes, africanas e sul-americanas. Veja alguns dos cursos oferecidos e inscreva-se!

slideshow

Cursos Extensivos de Idiomas e Culturas Ministrados por Refugiados

 

A BibliASPA oferece semestralmente os cursos de idiomas e culturas ministrados por professores refugiados.  Já estão abertas as inscrições para as novas turmas.

Inscrições abertas

✎ Língua e Cultura Alemã – NOVIDADE (Professor Nativo)

✎ Língua Francesa e Cultura Africana

✎ Língua Francesa e Cultura Árabe

✎ Língua Francesa e Cultura Haitiana

✎ Língua Inglesa e Cultura Africana

✎Língua Inglesa e Cultura Árabe

✎ Língua e Cultura Árabe

✎ Língua Espanhola e Cultura Sul-Americana


professor e aluno

Programa de Língua e Cultura Árabe

O árabe é falado por mais de 350 milhões de pessoas e é uma das línguas oficiais da ONU. É a língua oficial em 22 países árabes e também representa um idioma fundamental para mais de 1,5 bilhão de pessoas no mundo.

A língua portuguesa possui cerca de 3000 palavras de origem árabe, como arroz, açúcar, café, xarope, alface, azeite e muitos outros termos utilizados regularmente. Língua de cultura durante séculos em diversas regiões do mundo, o árabe é importante no campo profissional, educativo, cultural, social e político.

A BibliASPA proporciona o ensino da língua e da cultura árabe para jovens e adultos.

O curso é divido em quatro módulos/semestres e enfatiza tanto a parte oral (a comunicação é ressaltada ao longo de todo o curso) quanto a escrita.

no primeiro módulo, o aluno é totalmente alfabetizado em árabe (segundo alfabeto mais utilizado no mundo, após o latino), além de adquirir expressivo vocabulário (mais de 1500 palavras), aprender saudações/cumprimentos, apresentações e a falar sobre si próprio, a família, o bairro, a cidade e o país. Nos módulos seguintes, a comunicação é fortalecida, assim como o domínio da escrita e a complexidade da língua.

A BibliASPA adota uma metodologia própria e seu material didático desenvolvido por nosso centro especialmente para estudantes do Brasil e de outros países sul-americanos (no caso do curso oferecido em outros países da região).

Além do ensino linguístico, as aulas também focam o estudo da cultura árabe por meio de contextualização, aulas expositivas, debates sobre temas relacionados à cultura árabe e outras atividades.

A BibliASPA organiza regularmente exposições, mostras de cinema e teatro, oficinas de caligrafia, cursos de literatura e outras ações que ajudam a conhecer mais sobre a cultura árabe. Também possuímos uma biblioteca especializada e ambiente com wi-fi para pesquisa.


7621904

Programa de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira para Refugiados

A BibliASPA está abrindo novas turmas de português para refugiados (sírios, iraquianos, palestinos, sudaneses, marfinenses, senegaleses, nigerianos, congoleses, bolivianos, ganenses etc.) de qualquer nacionalidade.
Segunda língua latina mais falada no mundo, o português é idioma oficial no Brasil, em Portugal e em alguns países africanos, como Angola e Moçambique.
Além do idioma, os alunos entram em contato com culturas e costumes do Brasil, no entendimento de que a cultura é fundamental para o aprendizado da língua.
Neste curso, o aluno aprende os diversos aspectos do idioma – expressão oral, compreensão auditiva, leitura e escrita – de forma prática e vinculada a situações reais do cotidiano, estimulando a comunicação e o exercício da cidadania. Dessa forma, ele poderá desenvolver habilidades comunicativas, adquirir estruturas fonético-fonológicas e lexicais em língua oral e adquirir estruturas morfossintáticas em língua oral e escrita.

Serão abertas quatro novas turmas de português para refugiados, num total de cerca de 100 vagas.

Os horários disponíveis são: terça, das 19h30 às 21h; quinta, das 19h30 às 21h; sábado, das 10h às 12h; e sábado, das 15h às 17h.

Início: 04 de agosto (terça), 06 de agosto (quinta) e 08 de agosto (sábado).

Formulário de Inscrição 

Formulario de Inscripción 

Application Form 

Formulaire d’Inscription 

 برنامج اللغة البرتغالية 


 

alaude

Curso de Música Árabe e Oriental 

Neste curso desenvolvido pela BibliASPA, os alunos aprendem algumas das principais características da música árabe e oriental e de instrumentos musicais como alaúde, órgão, percussão (derbak e outros instrumentos) e nay (flauta árabe).

Ministrante: Refugiado que vive no Brasil,  Aysar Makarem, lecionou no Instituto Superior de Música da Síria, uma das principais instituições de ensino de música de todo o Oriente Médio. Também participa do grupo BibliASPA Musical.

Palestra introdutória gratuita: 19 /03/16
Início do curso: 26/03/16

Duração do curso: 03 meses
(uma vez por semana, aos sábados)

Período de Inscrições encerrado


 

contaçao

Contação de Histórias Africanas, Árabes e Sul-Americanas

Este curso é destinado a professores do ensino público e privado, a educadores (com o objetivo de multiplicar o efeito do curso e permitir que outras pessoas tenham acesso a essa formação), a estudantes e ao público em geral com o intuito de dar a conhecer a riqueza e a importância das histórias africanas, árabes e sul-americanas.

O curso tem como objetivos ainda: trabalhar com três regiões pouco estudadas e marginalizadas no âmbito escolar; promover a bibliodiversidade; apresentar a literatura do Brasil e de países como Egito, Síria, Iraque, Moçambique e Colômbia, entre outros; estimular o universo da fantasia e da imaginação, enriquecendo o mundo interior; promover o conhecimento e a reflexão sobre as integrações entre as literaturas africanas, árabes e sul-americanas; evidenciar a importância da oralidade nessas regiões; apresentar técnicas de contação de histórias; promover sabedoria, harmonia e paz.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização deste curso depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


OFICINA CALIGRAFIA 22

Caligrafia árabe

Lida da direita para esquerda, a escrita árabe é utilizada em uma parte significativa da África e da Ásia na atualidade. Além do árabe, dezenas de idiomas, entre os quais o urdo, o persa e o pashto, adotam esse suporte.Trata-se do segundo alfabeto mais usado no mundo.

Na caligrafia árabe, as letras podem adquirir formas distintas conforme sua posição na palavra, o que permite uma flexibilidade e ornamentação ilimitadas. Podem ser talhadas de diferentes maneiras para tomar, ao final, a forma de um monumento, de uma flor, de um vaso, de um pássaro, de qualquer objeto. Isso lhe confere uma riqueza ornamental praticamente ilimitada. Assim, alguns estilos como o thuluth refletem o brotar da alma e o arrojar-se em direção ao infinito. O naskh distingue-se pela sua elegância e pela provocação do sentimento estético, ao passo que o koufi significa estabilidade e constância. Os especialistas concordam em dizer que os caracteres são tão delicados e tão maleáveis que podem, de fato, tomar toda espécie de forma geométrica e artística.

Em árabe, caligrafia diz-se khatt (الخط), do verbo khatta, que significa traçar uma linha, e desse modo revela o vínculo do termo com o desenho.

A caligrafia é uma arte extremamente refinada a partir da qual se desenvolvem os arabescos, entre o geométrico e o vegetal.

Entre os objetivos, destacam-se: – explicar a importância do alfabeto árabe, o segundo mais utilizado no mundo; – propiciar aos participantes a oportunidade de conhecer uma das mais belas caligrafias que existem, a caligrafia árabe, utilizada em dezenas de países; – abordar temas fundamentais como Arte e cultura árabe; O nascimento e a evolução da caligrafia árabe; Expansão da escrita árabe; Instrumentos de caligrafia árabe.

A BibliASPA promove cursos e oficinas de caligrafia árabe.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização deste curso depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


Conversação de Língua Árabe Popular (Síria, Líbano, Palestina e Jordânia)

O árabe é falado por mais de 350 milhões de pessoas e é uma das línguas oficiais da ONU. É a língua oficial em 22 países árabes e também representa um idioma fundamental para mais de 1,5 bilhão de pessoas no mundo.

A língua portuguesa possui cerca de 3000 palavras de origem árabe, como arroz, açúcar, café, xarope, alface, azeite e muitos outros termos utilizados regularmente. Língua de cultura durante séculos em diversas regiões do mundo, o árabe é importante no campo profissional, educativo, cultural, social e político.

Neste curso, a BibliASPA enfatiza a língua árabe popular da região do Levante (Mashriq/المشرق).

Este curso aborda temas como Comida, Viagem, Mercado, Negócio etc.

Além do ensino linguístico, as aulas também focam o estudo da cultura árabe por meio de contextualização, aulas expositivas, debates sobre temas relacionados à cultura árabe e outras atividades.

A BibliASPA organiza regularmente exposições, mostras de cinema e teatro, oficinas de caligrafia, cursos de literatura e outras ações que ajudam a conhecer mais sobre a cultura árabe. Também possuímos uma biblioteca especializada e ambiente com wi-fi para pesquisa.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

 Obs. A realização deste curso depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


capa_deleite

A comunidade muçulmana no Brasil: uma história escrita em árabe

Entre outros temas, abordam-se: o papel histórico da comunidade muçulmana africana e árabe no Brasil, do Império aos dias atuais; o primeiro relato de viagem de um árabe e muçulmano no Brasil (Deleite do Estrangeiro em Tudo o que é Espantoso e Maravilhoso), os fluxos de imigração; a participação islâmica na luta abolicionista; os processos de construção das identidades religiosas nas comunidades muçulmanas brasileiras e africanas e as conexões entre etnicidade árabe e identidade muçulmana. 

Deixe seu nome na Lista de Interessados. 

Obs. A realização deste curso depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


52-paas_fotosslecionas-do-memorial7-8

Os contextos da imigração árabe para o Brasil

Há diversas narrativas e histórias de vidas de famílias de imigrantes, relatando suas trajetórias particulares e suas perspectivas em relação à terra de origem e a de acolhida. Para entender as diversas experiências da imigração de árabes para o Brasil, abordam-se as condições, os meios, o espaço e a conjuntura em que se produziram. 

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização desta oficina depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


História da Palestina

Said afirma que “a Palestina era vista – por La­martine e pelos primeiros sionistas – como um deserto vazio esperando para florescer; os habitantes que porventura tivesse eram supostamente nômades inconsequentes que não tinham nenhum direito real sobre a terra, e, portanto, nenhuma realidade cultural ou nacional”. (SAID, E. Orientalismo, pp. 290-291.

Este curso aborda os mitos construídos, os acontecimentos mais marcantes na história da Palestina, os fatores que levaram ao desenraizamento, exílio e refúgio (formas não-voluntárias de deslocamento), as resoluções da ONU sobre o tema, a história moderna e contemporânea da Palestina e a imigração palestina para a América do Sul, entre outros temas afins.


CAPAS_DIGITAL_Poemas.indd

Literatura Palestina

A literatura palestina adquiriu significativa importância nos últimos anos, dentro do contexto da literatura árabe e mundial, e vem ganhando destaque nas pesquisas acadêmicas como parte essencial dos estudos literários árabes.

As aulas abordam alguns dos principais autores e obras da literatura palestina.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização desta oficina depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


Orientalismo

Uma das principais contribuições de Edward Said são as formulações que esse pensador teceu a respeito do conceito de “orientalismo”, que adquiriu notoriedade a partir de 1978, com o lançamento do livro Orientalism.

Para Said, intelectual radicado nos Estados Unidos, o orientalismo é um estilo de pensamento baseado em uma distinção epistemológica e ontológica entre o “Ocidente e o Oriente”.

Como descreve o pensador, “Orientalismo é o termo genérico que tenho empregado para descrever a abordagem ocidental do Oriente; Orientalismo é a disciplina pela qual o Oriente era (e é) abordado de maneira sistemática, como um tópico de erudição, descoberta e prática. Mas, além disso, tenho usado a palavra para designar o conjunto de sonhos, imagens e vocabulários disponíveis para quem tentar falar sobre o que existe a leste da linha divisória” (SAID, E.W. Orientalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007 p. 115).

Neste curso, abordam-se teorias, romances, obras de arte e discursos vinculados ao Orientalismo.

Deixe seu nome na Lista de Interessados. 

Obs. A realização desta oficina depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.


lugares

Curso de Arqueologia

Este curso aborda temas vinculados à arqueologia na Síria, no Egito, no Iraque, no Líbano e na Palestina, entre outros locais. São estudadas, entre outras civilizações, a fenícia, a acadiana, a babilônica, a aramaica e a egípcia.

O curso utiliza-se de imagens feitas por arqueólogos árabes em sítios da região, em localidades como Ebla, Bosra, Damasco, Aleppo, Baalbek, Karnak, Jerusalém etc.

Deixe seu nome na Lista de Interessados. 

Obs. A realização deste curso depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.

 


GAmao (1)  GAmao (3)

Oficina “Gamão/taule, o rei dos jogos: origens, história e formação de novos jogadores”

Venha conhecer a origem, as histórias e aprender o milenar jogo de Gamão.

 Trataremos das questões históricas do jogo de gamão, suas origens que remontam também às origens da civilização humana. Foi o homem dominar a agricultura e desenvolver uma vida sedentária em cidades para o jogo de tabuleiro aparecer e matar as horas vagas proporcionadas pelo novo estilo de vida.

O conceito do jogo de gamão está entre os primeiros jogos que existiram; os jogos de percurso, onde o objetivo é fazer com que todas as peças atravessem o tabuleiro. Suas variações nos divertem há mais de 5 mil anos. O jogo foi praticado nos palácios e cortes dos mais variados povos, em diversas civilizações, caindo na graça de reis e imperadores, praticado por exércitos e plebeus.

Venha ouvir mais sobre gamão, entender suas regras e experimentar jogar uma partida em legítimo tabuleiro árabe. A BIBLIASPA promove encontros cíclicos onde apresentamos não só os temas históricos como também ensinamos os fundamentos básicos do jogo, suas regras, estratégias e etiquetas necessárias para que cada um já saia dominando o jogo, em apenas uma tarde. A oficina é ministrada por Marcelo Aith, descendente de família síria, de Yabroud, e geógrafo de formação.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização desta oficina depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.

 


carimbos

Oficina de Caligrafia Árabe com Carimbos

O objetivo desta oficina é conhecer a arte da caligrafia que envolve a experimentação do desenho com letras do alfabeto árabe por meio de carimbos e monotipias.

A oficina de caligrafia se compõe de uma introdução teórica, experimentação e proposta de trabalho. Na introdução teórica, será abordada a importância da escrita árabe como ferramenta de comunicação em movimentos contra a escravidão no Brasil e aspectos como o fato de o alfabeto árabe ser o segundo mais utilizado no mundo, adotado em dezenas de países africanos e asiáticos.

Na experimentação, permite-se que os participantes observem e interajam com os carimbos eimaginem desenhos com o formato das letras e figuras geométricas, antes de começar a composição.

A proposta de trabalho envolve a criação de uma composição com figura e fundo, utilizando as letras do nome e também da palavra liberdade em árabe (alhurria, que originou em português a palavra alforria), além de uma forma geométrica.

Deixe seu nome na Lista de Interessados.

Obs. A realização desta oficina depende da formação de turma com um número mínimo de alunos.

3 pensamentos sobre “Cursos

  1. Boa tarde!! Queria saber se há previsões de abertura de cursos de espanhol e inglês. Me avise por favor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s