Publicado em

BibliASPA representará o Iraque na 21ª Festa do Imigrante

Centro de pesquisa e cultura, que atende a diversos refugiados e impulsiona a reflexão sobre os povos árabes, africanos e sul-americanos, contará com dois estandes no evento, realizado nos dias 5, 11 e 12 de junho

DSC_0014 (2)
Créditos: Salim Mhanna | Acervo BibliASPA

Pela sexta vez consecutiva, a BibliASPA – centro de pesquisa e cultura que impulsiona a reflexão sobre os povos árabes, africanos e sul-americanos, e atende a  refugiados – participará da 21ª Festa do Imigrante, onde representará o Iraque, país rico em diversidade cultural e muito conhecido por ser um dos berços da civilização, detentor de uma vastidão de monumentos arqueológicos e de fundamentais invenções da humanidade. O evento acontecerá nos dias 5, 11 e 12 de junho, no Museu do Imigrante, localizado na Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca – São Paulo (SP).

Na ocasião, com o intuito de levar a cultura do Iraque para mais perto dos visitantes do evento, a BibliASPA contará com um estande no setor de artesanatos e uma tenda no espaço da gastronomia, ambos com a presença de imigrantes e refugiados iraquianos.Os estandes serão tematizados com tapetes e almofadas originais do Iraque, além de outros adereços da cultura árabe.

Um dos destaques na tenda da gastronomia será o café servido com a especiaria cardamomo, armazenado em uma bela máquina de café típica do Oriente Médio. Além disso, serão comercializados diversos doces e salgados árabes. Abaixo, é possível conferir o cardápio completo, com as descrições dos alimentos que serão oferecidos na tenda do Iraque.

DSC_0010
Créditos: Salim Mhanna | Acervo BibliASPA

No estande de artesanato, será possível conferir reproduções de quadros de caligrafia árabe em pôsteres, capas de almofada, lenços, chaveiros, cadernos, lápis e canetas, livros da BibliASPA (ver http://edicoesbibliaspa.wordpress.com/), marcadores de livro e 10 modelos de camisetas com estampas distintas. Quem realizar compras acima de R$48 ganhará o seu nome escrito com caligrafia árabe, grafado em um papel especial, que poderá ser enquadrado posteriormente. Além disso, todos os que adquirirem qualquer produto participarão de um sorteio para concorrer a um livro de poesia árabe e uma camiseta.

A Festa do Imigrante, por meio da gastronomia, arte, música e dança típicas de diversas nacionalidades, tem papel fundamental no resgate da história dos milhares de imigrantes que chegaram ao Brasil há mais de cem anos e que continuam povoando o Brasil.

 ❖ Cardápio 

Salgados:

Esfiha aberta (carne, queijo, verdura ou zaatar)

Esfiha fechada (carne, queijo, verdura ou zaatar)

Kibe                                                                                                              

 Churrasco árabe:

Shawarma (churrasco árabe com molho especial)

 Pratos Vegetarianos – Saladas, pastas e entradas:

Mix de Mutabbal (berinjela)

Muhammara (nozes e pimentão)

Hommus (grão de bico)

Labne (coalhada seca)

Tabule (salada de trigo integral, salsinha, tomate e temperos)

Fatuche (salada de alface, tomate, pepino, rabanete, cebola, temperos e crouton)

 Doces:

Doces árabes sortidos

Raha (goma árabe) simples

Raha (goma árabe) com nozes ou amêndoa

Mix de frutas secas (damasco, tâmara, figo e passas)

Tâmara

Mulabbas (amêndoas confeitadas)

 Bebidas:

Sucos

Água

Refrigerante

Café árabe especial com cardamomo

Chás Diversos

Serviço:

21ª Festa do Imigrante

Data: 5, 11 e 12 de junho

Horário: das 10 às 17 horas

Local: Museu do Imigrante

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca – São Paulo (SP)

Entrada: R$6

Tenda do Iraque (gastronomia): Nº 38

Informações: http://museudaimigracao.org.br/festa-do-imigrante/

Informações à Imprensa

Tel.: (11) 99609-3188 (BibliASPA) ou 99609-5535 (Prof. Paulo Farah)
Paulo Farah – direcao@bibliaspa.org
http://www.bibliaspa.org

teatro, bibliotecas especializadas e

saraus, entre outras ações.

Tel.: (11) 99609-3188 (BibliASPA) ou 99609-5535 (Prof. Paulo Farah)

Informações à Imprensa

Paulo Farah – direcao@bibliaspa.org

http://www.bibliaspa.org

Publicado em

Projeto Travessias traz debate sobre refugiados africanos no Sesc

Travessias

Nos dias 11 e 19 de maio, o Sesc  promove nova edição do Projeto Travessias, com curadoria do Prof. Dr. Paulo Daniel Farah. Na programação haverá debate sobre a situação dos refugiados africanos, apresentações artísticas e vivência de percussão.


PROGRAMAÇÃO 

Bate papo: Travessias Africanas 

Segunda roda de convivência do Projeto Travessias, sobre a cultura, a história e a experiência de refúgio de alguns povos do continente africano.

Local: Praça

Dia 11/05,  quarta, às 19h

Música: Dança Mandingue (com Mariana Camara)

Nesta intervenção o tripé dos movimentos corporais, cantos e toques de ritmos que nos permitem a releitura de significados ancestrais que são transmitidos de geração em geração nas ruas, aldeias e nos balés da Guiné.

Local: Praça

Dia 11/05,  quarta, às 21h

Música: Dança e Percussão Mandingue (com a coreógrafa Flávia e o percussionista Rafael Fazzion)  

Por meio da releitura dos mundialmente conhecidos Balés da Guiné serão elaboradas pequenas coreografias dos inúmeros ritmos que compõem esta rica e milenar cultura do oeste africano.

*  Para esta vivência é necessário que o participante traga seu instrumento

Local: Praça

Dia 19/05, quinta, às 19h

SERVIÇO

Projeto Travessias

Local:  Sesc Santo Amaro

Rua Amador Bueno, 505, Santo Amaro – SP

ENTRADA GRATUITA